quarta-feira, 30 de maio de 2018

Quadro de honra!


in. Jornal "i" de 30 de Maio de 2018
..................................................................

Os nomes nesta reprodução ficaram pequenos... 

Mas eles são os nomes maiores 
do Parlamento de Portugal. 

Um Parlamento por demais politizado e por de menos esclarecido quanto a uma matéria sobre a vida humana que a letra da Constituição - artigo 24º - nº1 - diz ser inviolável,  logo a coberto de qualquer violação e, portanto, merecedora de defesa de um Estado que se demite quando consente que uma qualquer pessoa a viole, seja qual seja o seu estado de saúde, quando ao invés dos proponentes da aprovação da EUTANÁSIA, devia competir ao Estado, enquanto poder executivo, a defesa da vida até à sua morte natural.

Eis, porque, este QUADRO DE HONRA merece ser enaltecido!

Para que conste e seja uma réstia de luz em cima da sombra que ontem - dia 29 de Maio de 2018 - pairou sobre a Casa da Democracia, onde as leis se deviam fazer ao encontro ao pulsar maioritariamente aferido do sentir do povo ali representado e não - como os proponentes da lei quiseram que acontecesse - sem terem medido com a necessária amplitude social que se impunha, a lei que propuseram à discussão.

Aprendam, senhores deputados do SIM canhestro e anti-constitucional!
Aprendam a respeitar o sentido antropológico da vida humana!

Sem comentários:

Enviar um comentário