terça-feira, 1 de maio de 2018

"Para quê os princípios?"



in, Jornal "A Choldra" nº 2 - 1926
.............................................................

Este jornal republicano apareceu ao público em 1926 e apenas publicou 21 números, tendo-se autoproclamado como "um jornal de combate" mas teve a pouca sorte de não ter tido tempo para o travar, porque alguns dos republicanos de 1910 e ouros que se lhes seguiram esqueceram o bom combate dos princípios civilizacionais e tiveram de ser derrotados em 28 de Maio de 1926, o golpe militar que impôs uma ditadura e liquidou este Jornal, cujo título - A CHOLDRA - que em bom português quer dizer: "grande confusão de coisas" ou "grande tumulto provocado por gente ordinária" foi uma pedrada lançada contra o próprio regime que apodreceu por dentro.

- "Para quê os princípios"?

- Por que se havia de ligar a estas coisas se "os princípios" foram colocados na cloaca com o assassinato do rei?

Mas não deixa de ser este pequeno texto que se captou "ipsis-verbis" um grito de revolta de um jornal dito republicano contra o "estado de coisas" em que a República se deixou cair, sendo, no entanto, como diz o articulista os "princípios" necessários à luta contra a "batota e batoteiros" - "cúmplices de um crime que envenena a sociedade"..

E só digo mais isto:
Continuamos duros de entendimento e, parece que ainda não sabemos, ao certo, como se vive com essa coisa esquisita dos princípios...

Sem comentários:

Enviar um comentário