sábado, 12 de maio de 2018

"Cartas em cima da mesa!"


"Cartas em cima da mesa!"

Acho bem . 
António Costa precisa de se legitimar perante os portugueses, no geral, e em particular àqueles que votaram no Partido Socialista (PS) em 4 de Outubro de 2015, na esperança de lhe darem uma vitória eleitoral que ele não conseguiu obter mas urnas e só, depois, num jogo subreptício com o Bloco de Esquerda (BE) e o Partido Comunista Português (PCP) conseguiu formar um governo parlamentar - maioritário pela soma "à posteriori" dos votos, o que não devia ser admitido por uma Constituição que deixou aqui um "buraco" por onde passou esta "esperteza".

"Cartas em cima da mesa!"

Acho bem.
E, agora, os seus parceiros acidentais que se governem!
Ajudaram a derrotar o injustiçado ex-Primeiro Ministro Passos Coelho, um homem "às direitas" que deu um "muro na mesa" quando foi preciso e passou quatro anos a livrar Portugal de cair na bancarrota definitiva e, depois disso - dos sacrifícios que fez recair sobre os indefesos cidadãos - estes, ainda assim lhe deram uma vitória eleitoral que António Costa não respeitou e mais os que o seguiram na sua caminhada violenta.

"Cartas em cima da mesa!"

Acho bem!
António Costa precisa de se legitimar... e para tanto, desculpa-se que o jogo possa ser interrompido a meio.

Sem comentários:

Enviar um comentário