quarta-feira, 25 de abril de 2018

"Meu Coração é uma Aldeia em Festa" ...


Fac-símile, in, "Coimbra-Jornal dos Estudantes da Universidade"
28 de Novembro de 1933
.....................................................................

"Meu Coração é uma Aldeia em Festa!

Este antigo estudante de Coimbra - Luís Carlos - autor deste soneto em que mistura a ruralidade  de um lugar de Portugal que andava pendurado no seu peito com o seu sentimento de jovem, bem merece ser recordado pela composição àlacre dos versos em que, no acto daquela Procissão que ele descreve como uma nota cristã da sua veia poética, acaba o soneto por falar das mãos do seu derriço que em oração - enquanto lembram "uma amizade velha" - a sua oração caía dentro da sua alma - "Na linda Aldeia em Festa do meu peito!" - e é aqui, nesta "Aldeia em Festa"  que ele trazia no seu próprio peito que na beleza desta imagem está inteira a alma do poeta estudante que em boa hora,  o Jornal dos Estudantes da Universidade de Coimbra, publicou.

Santa e feliz juventude que todos  - como eu - um dia tiveram, e em que, de um modo qualquer,  algum dia sentimos que trazíamos nos nossos peitos uma Aldeia em Festa que nos parecia ir durar toda a vida!
Dou graças a Deus por ter descoberto este belo soneto e com ele, na cadência dos seus versos, ter recuado uns anos largos na minha vida!

Obrigado, poeta Luís Carlos.

Sem comentários:

Enviar um comentário